Desmistificando a Homeopatia e o Homeopata

Falar que você e Homeopata ou acredita em Homeopatia é incitar uma variedade de reações. É uma diversão à parte.

  • que legal! O que é? ( pelo menos foi uma reação positiva)
  • Ah certo…é acho que ajuda né, mas não resolve
  • Já ouvi falar mas não sei direito o que é…
  • Tomei quando era criança, depois nunca mais
  • Mas funciona?
  • Ah, não acredito que funcione…
  • Aaah, aquelas bolinhas né?

Eu cresci tomando homeopatia e não tomei mais depois que virei adolescente. Voltei a tomar com cerca de 25 anos. Nesse meio tempo, porém, usei muitos Florais, principalmente na primeira adolescência. Fiz muita terapia e faço até hoje. Sempre gostei, sempre me fizeram bem. Apesar de ter ficado anos afastada da Homeopatia, sempre evitei os remédios alopáticos, apesar de ter sim tomado remédio tradicional em diversas ocasiões. Passei a usar anticoncepcional por conta de acne e muitas cólicas na TPM e tomei até pouco tempo atrás. Verdade seja dita, nunca fui de ficar muito doente ( lembra que eu falei que tomei muita homeopatia quando criança? Aí tem coisa…). Quando tomei algumas decisões na minha vida adulta e passei a enfrentar episódios frequentes de ansiedade descontrolada e quadro depressivo, eu comecei a sentir a necessidade de procurar opções mais naturais, que me tirassem menos a consciência dos meus sentimentos, do dia a dia e que me permitissem resultados mais permanentes. A meu favor, eu tenho uma super mãe que também sempre gostou destes caminhos alternativos ( te amo mãe) e um super pai que sempre financiou tudo ( te amo pai). Nessa empreitada, além da homeopatia ( que hoje tenho como especialização lato sensu) retomei também os florais, conheci a aromaterapia, cristaloterapia, meditação. Hoje em dia posso dizer que tenho o mundo de ferramentas para viver bem, e atualmente meu processo é de incluí-las nessa minha vida capitalista, que as vezes exige que eu tome um comprimido para ficar bem em tempo recorde porque eu simplesmente não posso ir para casa, pegar meu cristal, tomar minha homepatia e esperar passar. Essa é a verdade. Admiro muito quem segue o script: acorda e saúda o sol, medita, trabalha, come bem, volta, come bem, faz exercício, medita, dorme 8h. Falta em mim a autodisciplina necessária, mas eu nunca gostei de ter meus dias planejados e nunca gostei de regras. Passei a aceitar isso como uma característica minha. E tenho certeza que muitos passam pelo menos drama que eu ( solteira, mora sozinha, trabalho). Hoje eu vejo alguns desafios muito claros na minha frente:

  • introduzir cada vez mais as terapias naturais nos cuidados da minha saúde
  • entender as dificuldades que esse processo traz, para eu entender melhor meus clientes de homeopatia ( por não ser médica, psicóloga ou qualquer coisa do gênero então não estou autorizada a dizer paciente)
  • não cair no radicalismo, porque ele nunca dura muito tempo ( pelo menos não comigo)
  • associar tudo, combinar tudo, pegar as partes de boas de todas as ferramentas, filosofias e religiões que cruzam meu caminho e não criticar as que não me servem, apenas entender que não é meu perfil
  • mostrar que a homeopatia funciona sim e que vale a pena ter ela na sua vida, mas isso não quer dizer que você nunca mais vai precisar de uma cirurgia, um pronto-socorro tradicional ou tomar vacina

É um pouco ganancioso? É, mas vou tentar. Vai ter gente que não vai gostar? Vai, então por favor faça seu próprio blog, atraia seus semelhantes e me deixem em paz. Essas são as minhas regras.

Auf wiedersehen =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s